sábado, 9 de maio de 2009

Adoro


Adoro
você
teu tempero,
meu dendê.

Teu gosto,
teu cheiro,
é meu desgosto,
sem ti o dia inteiro.

E chego
e abraço
e aperto
e beijo.
Te beijo todo até obter teu queijo.

E lambo
e mordisco
e chupo
e punheto.
Te faço gozar até teu pau ficar bem quieto.

Me deito ao teu lado,
teus carinhos em minha xana.
Te excito de novo
só prá ver se te dou gana.
...
...
...